UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro Ladebio

LADEBIO

Laboratórios de Desenvolvimento de
Bioprocessos da Escola de Química da UFRJ

SInProBio, LaProEnz, LabEngBio, LabSIm e Central Analítica
Desde 14/12/2009
Estatísticas 181953 visitas.
W3C XHTML 1.0

Produção Científica: Teses de Doutorado

Estudo da Produção Descontínua de Actinomicina-D por Streptomyces

Autora: Maria de Fátima Vieira de Queiroz Sousa
Ano da Defesa: 1998
Orientador: Nei Pereira Jr., PhD
Programa: TPQB - Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Download: PDF (PDF: 72 KB)

Resumo

Este trabalho objetivou a maximização da produção de actinomicina-D, abordando os seguintes aspectos:

A linhagem selecionada foi S. parvulus 3124 por apresentar a mais elevada atitude antibiótica e produzir somente a actinomicina-D. As fermentações conduzidas em frascos agitados permitem obter as seguintes composições otimizadas, para meio complexo: leite de soja 30g/L; frutose 30g/L e CaCO32 g/L e para meio quimicamente definido: D(+)frutose 20 g/L; L(-)treonina 3,6g/L;K2HPO4;1g/L; MgSO4.7H2O 25 mg/L; ZnSO4.7H2O 25 mg?l; Cacl2.2 H2O 25 mg/L e FeSO4. 7h2O 25 mg/L.

Experimentos realizados, sob vários níveis de aeração (4,8 e 12 L de ar/min) e agitação (300 e 500 min-1), em biorreator, contendo 8 litros de meio complexo, demostraram que a condição 500min-1, 12L de ar/min foi aquela em que se obteve a maior concentração antibiótica (1530 mg/L), o maior fator de conversão (53,7 mg/gs) e a maior produtividade volumétrica (10,6 mg/L.h), porém as condições mais favoráveis, no que se refere ao crescimento micelial, foram aquelas em que se utilizava o menor nível de aeração (4L de ar/mi). Sendo assim, para o ensaio conduzido em biorreator com 10 litros de meio quimicamente definido foram aplicadas condições programadas de agitação e aeração: de 0 a 72 h (300min-1,5L de ar/min), de 72 a 96 h (500 min-1, 5 L de ar/min) e de 96 h até o final (500min-1,15L de ar/min), no qual se obteve os seguintes valores máximos:

A produção de actinomicina-D, tanto em meio complexo como em meio quimicamente definido, não apresentou a dinâmica típica frofofase-idiofase, mas seguiu o padrão cinético em que o crescimento micelial está semi-associado à produção antibiótica. Os meios fermentados, complexo e quimicamente definido, foram identificados reologicamente como fluidos pseudoplásticos.

LADEBIO - Laboratório de Desenvolvimento de Bioprocessos da Escola de Química da UFRJ