UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro Ladebio

LADEBIO

Laboratórios de Desenvolvimento de
Bioprocessos da Escola de Química da UFRJ

SInProBio, LaProEnz, LabEngBio, LabSIm e Central Analítica
Desde 14/12/2009
Estatísticas 144492 visitas.
W3C XHTML 1.0

Produção Científica: Teses de Doutorado

Sustentabilidade Ambiental em Pequenas Comunidades de Vocação Pesqueira

Autor: Luiz Carlos de Abreu Nascimento
Ano da Defesa: 2004
Orientadores: Denize Dias de Carvalho Freire, DSc e Nei Pereira Jr., PhD
Programa: TPQB - Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Download: PDF (PDF: 58 KB)

Resumo

Atingir o Desenvolvimento Sustentável representa hoje uma meta para vários países do mundo. Cada vez mais se entende que cidadania plena assegura à grande parte das populações, especialmente as que habitam países em desenvolvimento, a possibilidade de atendimento de suas necessidades básicas. A identificação dos fatores intervenientes nesse processo é fundamental para que após uma fase exploratória preliminar e após a definição da abrangência da pesquisa possa ser elaborado um plano de ação.

A complexidade de se trabalhar com um tema interdisciplinar determina a compreensão das inter-relações existentes entre os diversos atores. Em especial quando se trabalha com segmentos "excluídos", ou seja, populações de baixa renda, à margem do processo decisório sobre a forma de destinação dos recursos públicos para o atendimento de suas necessidades mínimas a complexidade é muito maior, começando inclusive pela escolha da metodologia científica a ser usada ao longo do processo de desenvolvimento da Tese.

Neste sentido adotou-se a metodologia da pesquisa-ação, pois a partir da aplicação de métodos de pesquisa usuais, incorpora-se também o conhecimento tradicional da comunidade, escolhendo com ela a melhor forma de resolver e enfrentar os problemas identificados a partir da diagnose feita na área. Assim ao mesmo tempo em que a tese é desenvolvida produtos efetivos são gerados e desenvolvidos, ganhando a confiança dos moradores locais, transformando-os em agentes de transformação de uma sociedade forçada a mudar seus padrões de vida por quanto das modificações ambientais ocorrida pelo descaso da população, governos, empresas e sociedade civil.

A necessidade de planejar um futuro comum, com desenvolvimento sustentável, revela-se no primeiro objetivo da tese: elaborar uma Agenda 21 - Local, aonde meio ambiente apresentasse um nível de degradação alto e população caracterizada como "excluída". É o caso da comunidade da Ilha de Itaoca, bairro do município de São Gonçalo, Estado do Rio de Janeiro, escolhida como área de estudo para o desenvolvimento de uma Agenda 21 - Local. Linhas de ação são apresentadas como uma primeira pauta de discussão com vistas à elaboração da Agenda-21.

LADEBIO - Laboratório de Desenvolvimento de Bioprocessos da Escola de Química da UFRJ